quinta-feira, 4 de setembro de 2008

brother sun, sister moon



obrigada sister clay!
é verdade que quando vamos devagar sabe bem melhor, alguma vez o sol e a lua se encontram, e cada pedrinha vai dando para construir a estrada, cá dentro e fora.

encontro.me submersa neste tempo de ouvir e sentir.
depois teremos beringela recheada

SORRISO a ti ***

terça-feira, 26 de agosto de 2008

great waves



adorei Mário, estas perdoado por não teres vindo visitar à inbicta!
:-)

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

uknow

no words can describe the feeling, the time took away my sthrenght.


quarta-feira, 13 de agosto de 2008

learn to swim




às vezes só descobrimos se sabemos nadar quando entramos no rio,
ninguém se quer afogar e por isso devemos ir sempre protegidos,
mas é bom o rio ser guia.
de nada vale o medo

domingo, 10 de agosto de 2008

nada como voltar às origens!



um sol incrível, uma paz a virar o vale, a rocha respira o quê que nos faz sorrir...




águas geladas, sol quentinho e muitos mergulhos friorentos.
quando há vontade.... o frio não ganha!




to be continued....

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

a place that...



maybe time show us a true silence,
connected with the nature, and our nature,
where we breath the embrace of being...
"a place that is not about possessing but about sharing"

...

terça-feira, 5 de agosto de 2008

long time ago....

alice em equilibrismo

do principio do mundo ate ao fim do mundo

cavalgas até mim, saberás o caminho?
quem não pode correr mais vale que se lhe cortem as pernas!
deveremos ter a alma amachucada pelos pes de outro? dá.me esses olhos, e abre a porta!
sabes onde estamos?

a pergunta...

hoje perguntaram-me como descrevia o que vivi, onde estive e como foi,
agora posso dizer que estive nas palavras deste homem...

quarta-feira, 30 de julho de 2008

lolipop

mesmo no meio da fantasia se encontra um sinal uma mensagem...

terça-feira, 29 de julho de 2008

abriu a janela....

alice estava quieta... saida das suas págimas por escrever, nada esperava encontrar nem receber. Mas a máquina de escrever não queria parar e batia cada letrinha, como se tivesse mesmo de ser.

e foi, abriu-se a janela TANGERINA!
telepatia, entendimento, magia, palavras muitas mas mais sentires.
beijinho na alma, olhar nos olhos e entender, perder-se.

nada é por acaso, e o sol sabe bem o que faz quando acorda....
deito-me no ceu onde fui desenhada, em cinco pontas tangerina



(a que falta tive de comer)





Todos vieram
Ver a menina
Ao primeiro gomo de tangerina
Menina atenta
Não experimenta
Sem primeiro
Saber do cheiro
O sabor dos lábios
Gestos sábios

Fruta esquisita
Menina aflita
Ao primeiro gomo da tangerina
Amarga e doce
Como se fosse
Essa hora
Em que chora
E depois dobra o riso
E assim faz seu juízo

Sumo na vida
É o que eu te desejo
Rumo na vida
Um beijo
Um beijo

Ah, que se lembre
Sempre a menina
Do primeiro gomo da tangerina
P'ra vida dentro
É esse o centro
Da parcela da vitamina
Que a faz crescer
Sempre menina

A terra é grande
É pequenina
Do tamanho apenas da tangerina
Quem mata e morre
Nunca percorre
Os caminhos do que há de melhor
Nesse sumo
A vida, gomo a gomo

Sumo na vida
É o que eu te desejo
Rumo na vida
Um beijo
Um beijo

quinta-feira, 29 de maio de 2008

sexta-feira, 23 de maio de 2008

la nuit



à noite todos os gatos são pardos :-)

segunda-feira, 12 de maio de 2008



God that was strange to see you again
Introduced by a friend of a friend
Smiled and said 'yes I think we've met before'
In that instant it started to pour,
Captured a taxi despite all the rain
We drove in silence across point champlain
And all of the time you thought I was sad
I was trying to remember your name…

This scar is a fleck on my porcelain skin
Tried to reach deep but you couldn't get in
Now you're outside me
You see all the beauty
Repent all your sin

It's nothing but time and a face that you lose
I chose to feel it and you couldn't choose
I'll write you a postcard
I'll send you the news
From a house down the road from real love…

Live through this, and you won't look back…
Live through this, and you won't look back…
Live through this, and you won't look back…

There's one thing I want to say, so I'll be brave
You were what I wanted
I gave what I gave
I'm not sorry I met you
I'm not sorry it's over
I'm not sorry there's nothing to say

I'm not sorry there's nothing to say...

sábado, 10 de maio de 2008

dedication



true love forgives and it´s dedication also

quinta-feira, 8 de maio de 2008

quinta-feira, 1 de maio de 2008

floresta

FLy




the long arms are waiting...
the sun is also waiting to present our days.

just open your heart and fly...with me... side by side

MEGA PROMOÇÃO 2



this is my best promotion!

first thought....



when i first saw them i thought :
do they still love each oher?

I hope so...

quinta-feira, 17 de abril de 2008

two words : : litle words




I'm sorry
Two words I always think
After you've gone
When I realize I was acting all wrong

So selfish
Two words that could describe
Oh actions of mine
When patience is in short supply

We don't need to say goodbye
We don't need to fight and cry
Oh we, we could hold each other tight tonight

We're so helpless
We're slaves to our impulses
We're afraid of our emotions
And no one knows where the shore is
We're divided by the ocean
And the only thing I know is
That the answer isn't for us
No the answer isn't for us

I'm sorry
Two words I always think
Oh after you've gone
When I realize I was acting all wrong

We don't need to say goodbye
We don't need to fight and cry
We, we could hold each other tight tonight
Tonight
Tonight
Tonight
Tonight...

quarta-feira, 16 de abril de 2008

segunda-feira, 14 de abril de 2008

::::::::::::::::::::....::.::......:..



it's all about post it's!!!!


MEGA PROMOÇÃO



Hoje e apenas hoje, temos a mega promoção

::WHITE FLAG::

As vantagens de ter a paz consigo...
Venha descobrir a verdade!

ADVERTÊNCIA: Promoção para corajosos, não aconselhável aos duvidosos.
sê valente!

terça-feira, 8 de abril de 2008

sabia que estavas, e o vento dizia-me segredos de ti, enrolava.me nos teus olhos e saltavam os dias de mim, e era em ti que estava, sempre as voltas num sol quentinho e cheio de abraços.
e eu cheia de sentires pequeninos, valiosos, tão grandes na minha pequenez...



"i had a plan it was build on thinking too much"
tão feliz por cair
sorrisos que caem, e deixam o coração acelerar...
uma onda perdida à procura



e agora?
deixo de ouvir o vento? deixo de sentir-me?



sabes?

terça-feira, 1 de abril de 2008

...



despi os pés... arrastei cada areia pequenina para mim, e tu só sabias visitar.me dentro de mim arrastei-te com as areias, na esperança que o sal te levasse, te deixasse cansado, pequenino dentro de mim


veio a brisa, e sabias a sal, deitado mo meu eu buscavas as minhas recordações as coisas que a mente vai deixando no esquecimento...
tenho o marulhar nos ouvidos




afasto-me no cair da luz, e na força das ondas coorro como uma louca
não grites dentro de mim!
pára!



coleciono.te nas pequenas coisas que tocam os meus pés.
cada pedrinha traz-me a ti...

segunda-feira, 24 de março de 2008

cos you don't know...

o homem da minha vida




é bom quando temos alguém que nos cuida...
qunado era pequenina o meu pai adormecia-me com a palma da mão na minha face, o mundo naqueles instantes era um pedacinho de mão grande, a mão do meu pai.

por vezes, depois de almoço, ficava à janela - sob o sol quentinho de outono -
e meu pai saia, para ir ao café, ficava com um aperto no coração a cada degrau que descia, e o portão de ferro batia um som ensurdecedor no meu coração...